A Raiva perfeito de Deus

Quero começar por ler algumas citações. Então, basta ouvir atentamente e pensar se você concorda ou não com o que é dito.

"Anger habita apenas no seio dos tolos." - Albert Einstein

"A raiva é uma pequena loucura." - Horace

"Tudo o que é iniciado em raiva termina em vergonha." - Benjamin Franklin

"Nunca faça nada [fora da raiva], para você vai fazer tudo errado. " - paráfrase

A raiva não é um desses traços de caráter que geralmente desejam. Ninguém gosta de raiva. A raiva leva a amargura e ressentimentos. A raiva leva a más decisões. A raiva às vezes até mesmo leva à violência. As pessoas geralmente não querem ser em torno de alguém que pode voar fora do punho a qualquer momento. Parece um pouco instável.

Mas aqui está a minha pergunta: Deus ficar com raiva? Existe alguma coisa que pode fazer o Deus do universo louco fervente? Bem, eu acho que o nosso texto esta noite irá abordar esta questão.

fundo

Você não tem que virar comigo. em Êxodo 17, o povo de Israel testar Deus, agindo como se eles não podem confiar nele. Depois de tudo que Ele tem feito por eles, tornando-o Seu povo, entregá-los da escravidão, prevê-los e assim por diante, eles ainda não confio nele. Então eles lutam com Moisés e dizer-lhe para dar-lhes água agora. Eles perguntar por que ele trouxe-os no deserto para morrer. E eles realmente fazer a pergunta, "Está o Senhor no meio de nós ou não?"

E este é o tipo de resmungando e reclamando contra Deus que caracterizou esta geração. Fast forward para Números 14, de novo, quase como um recorde quebrado repetitivo, eles são mais uma vez reclamando e dizendo que seria melhor para estar de volta no Egito. Eles não confiar em Deus para libertá-los e cumprir as promessas.

Este Salmo traz à mente ambas as histórias particulares. E os nossos versículos nos mostram a resposta de Deus à sua falta de confiança nele.

Venha comigo até Salmo 95:10-11.

Durante quarenta anos, eu estava irritado com aquela geração; eu disse, "Eles são um povo cujos corações se extraviar,e não chegaram a conhecer os meus caminhos. "Então eu declarou sob juramento na minha ira, "Eles nunca entrarão no meu repouso."

Nós vamos considerar três pontos breves deste texto esta noite.

Eu. Sin Provoca a ira de Deus

Ouça mais uma vez o texto. Deus diz, "Durante quarenta anos eu estava irritado com aquela geração…" Bem, eu acho que responde à pergunta muito claramente. Deus faz ficar com raiva. E é o pecado de Seu povo que provoca essa raiva. Mas eu não acho que deveria haver alguma surpresa aqui que o pecado fez Deus irado. Isto é como Deus responde ao pecado.

Crescendo eu tinha um bom pai, que era amorosa e atenciosa e tivemos um relacionamento muito bom. Mas eu nunca realmente sabia o humor que ele estava indo para estar em. Assim, para um garoto que queria fazer outras coisas e ir a lugares, Eu meio que senti que tinha para jogar o jogo. Antes que eu lhe pedi alguma coisa, Eu meio que tentei sentir-lo e ver que tipo de humor que ele estava em. "Que tal aquelas Cowboys, pai? Seu corte de cabelo certeza parece bom. "E essas questões de folga iria me ajudar a descobrir se eu deveria pedir-lhe agora ou mais tarde. Mas meus métodos não eram perfeitos. Então, quando eu perguntei eu nunca poderia saber com certeza se ele iria responder com alegria ("Certo, filho!") ou raiva ("Saia do meu rosto, filho!"). Ele era imprevisível dessa forma.

Bem, não devemos esperar este tipo de imprevisibilidade em Deus. Deus trabalha de formas misteriosas. Assim, Deus é imprevisível em muitos aspectos, mas não há nada imprevisível sobre a Sua resposta para o pecado. Ela provoca a sua ira. Ele prometeu a Adão e Eva, eles morreriam se eles desobedecessem. Por causa do pecado Abriu-se no chão e deixou cair as pessoas por ela até Sheol em Números 15. E nos eventos em alusão a este Salmo, Deus, mais uma vez responde com raiva. Sin provoca a ira de Deus.

Na realidade, a frase que está traduzido Eu estava irritado com aquela geração, mais literalmente significa "Eu odiava aquela geração." Isso é o que muitas traduções dizem. Ele se comunica esta imagem de nojo. Deus está desgostoso com este povo por causa de como eles se comportaram. Então, para responder a nossa pergunta, Deus não ficar com raiva e ele respondeu ao pecado da geração anterior com um furioso, piedosos, desgosto.

Agora eu sei que isto pode, esfregar-se contra conceito de Deus de algumas pessoas. Eles pensam, "Bem, isso não é o meu Deus, você está falando. o meu Deus não ficar com raiva. Meu Deus nunca diria isso. "Bem, você pode estar certo. Talvez seu deus não diria que, mas o Deus da Bíblia apenas fiz aqui neste texto.

Então, há um problema aqui? Como poderia um perfeitamente, Santo Deus, para responder de forma consistente com raiva furiosa e até mesmo repugnância? Se eu consistentemente respondeu a minha esposa com raiva e gritou com ela, que seria um pecado horrível da minha parte. A ira de Deus, embora, não é pecaminosa como a nossa. Não é uma falha de caráter.

Como eu pregar este, Eu não sinto a necessidade de ponta do dedo do pé ao redor ou pedir desculpas por ira de Deus. E você não deve sentir a necessidade de pedir desculpas a seus amigos não-cristãos sobre a ira de Deus quer. Ou sobre o Inferno. E você não tem que se envergonhar Seu julgamento no Velho Testamento como algum segredo sobre o passado pecaminoso de Deus vazou.

A ira de Deus não é um pecado. É a forma de um Deus santo responde ao pecado. É a única resposta santo à rebelião cósmica e traição dos homens feitos à Sua imagem. Não tente se conformar Deus para o seu padrão, porque Ele é o padrão. Nossa raiva é pecaminoso, porque somos pecadores. Mas Deus como um Deus perfeitamente santo só pode estar com raiva de uma maneira justa.

O pecado é a única coisa que irrita a Deus. E sempre irrita Deus. E cada pecador terá que responder a um Deus irado, a menos que de alguma forma a ira de Deus destinado a eles pode ser tomado cuidado de.

Aplicação: Às vezes, quando pecamos, somos tentados a pensar que não é assim tão mau. Eu sei que antes eu era um cristão, e por vezes mesmo depois disso, Eu não acho que do pecado como um grande negócio. Mas é porque tudo o que eu pensava era que eu estava quebrando algumas regras. Eu não estava sendo moral suficiente. Bem pecado é mais do que apenas uma falha a ser moral suficiente. É um crime contra uma pessoa - a pessoa mais fiel. E isso entristece essa pessoa e torna-Lo com raiva. Deus odeia o pecado.

Talvez isso não satisfazê-lo embora. Talvez você pense que Deus está exagerando. Quero dizer realmente Estava zangado por quarenta anos? Parece que ele está segurando um rancor. Soa tipo de mesquinho, Deus. Por que fazê-Lo tão louco? Bem, isso me leva ao ponto dois.

II. O pecado é um caminho alternativo

Veja o versículo 10 mais uma vez. Deus dá uma descrição desta geração Ele estava zangado com. Ele diz, "Eles são um povo cujos corações se extraviar, e não chegaram a conhecer os meus caminhos. "

Deus diz erram em seus corações. Eles não apenas se extraviar externamente em suas ações. Mas, em seu íntimo, no núcleo de quem são, andam errados.

Acontece que eu sou horrível - eu quero dizer absolutamente horrível - com orientações. Assim por diante, provavelmente, uma base semanal a minha mulher vai me enviar um lugar para obter algo ou deixar cair algo fora e quer Eu não fazê-lo sem chamar ela ou ele me leva cinco vezes mais tempo. E não é porque suas instruções eram ruins, é porque eu fazer curvas erradas e seguir o caminho errado e se transformaram.

Bem, este é o tipo de imagem que é pintado aqui quando Ele diz que seus corações se extraviar. Seus corações viajar para o caminho errado e levá-los para o lugar errado. Eles estão perdidos. E o mesmo pode ser dito de todo pecado. Todo pecado é mais do que apenas externa, isso acontece porque os nossos corações estão as direções erradas. E nossas ações seguem.

E Ele também diz, "Eles não conheceram os meus caminhos." o caráter de Deus tinha sido em plena exibição diante deles - Sua misericórdia e Seu poder, etc. E Ele deu-lhes os comandos a seguir seus caminhos, a seguir o seu caminho. Mas em vez disso, optou por seguir outro caminho. Ele é o único que os livrou do Faraó e dividiu o Mar Vermelho! É inacreditável que eles não confiar nele depois de ver que. Eles viram suas obras, mas eles não sabiam os seus caminhos.

cristão, você está ciente de que este é o que você está fazendo quando você peca? Que você não está apenas cair do cavalo ou vindo aquém do seu potencial? Você está escolhendo um caminho alternativo para o que Deus tem colocado para fora para você. Você está dizendo, "Deus, Tenho visto os seus caminhos, e eu não gosto deles. Estou ciente de como você quer que eu viva, e eu acho que o meu caminho é melhor. Eu sou mais sábio do que você e um melhor Senhor do que você. Eu vou escolher o meu próprio caminho. "Isto é mau. E isso é o que fazemos cada vez que pecamos. Nosso pecado não é melhor do que o pecado deste resmungos, duvidoso, geração perversa deste texto.

Temos que pensar com razão do nosso pecado, ou nós não vai odiá-lo como deveríamos. Faça o que for preciso para ver o seu pecado justamente. É feio. Não tente torná-la bonita. Podemos querer até mesmo alterar a forma como falamos sobre isso. Devemos não só pensar em nosso pecado como "Oh, Eu perdi a batalha. ou oh, Eu estou lutando com isso. "Não escolhemos desobedecer a Deus. Escolhemos para fazer algo diferente do que Deus nos mandou fazer, porque não gosta do que Ele tem a dizer. Essa é a realidade feia do pecado. E até mesmo como crentes que querem fazer a vontade de Deus, temos lutar para manter a perspectiva correta em nosso pecado.

Ralph Venning nos ajuda sob suportá-lo em Malignidade do pecado quando ele diz, "Em resumo, o pecado é o desafio da justiça de Deus, o estupro de sua misericórdia, o jeer de sua paciência, o ligeiro de seu poder, o desprezo do seu amor. Podemos ir e dizer, é a repreensão de sua providência, o escárnio de sua promessa, a reprovação de sua sabedoria ".

O alerta o salmista dá aqui começa com as palavras, "Não endureçais o vosso coração." Basicamente significado não se tornam cada vez mais teimoso e rejeitar os mandamentos de Deus. E essa advertência se aplica a nós também. É por isso que o autor de Hebreus pega nesta seção e avisa os hebreus contra a apostasia.

Quando você teimosamente rejeitar os mandamentos de Deus, seu coração fica mais difícil ao longo do tempo. corações realmente difícil geralmente acontece durante longos períodos de tempo, não durante a noite. Nós pensamos que nunca vai ser o tipo de pessoa que acaba em pecado impenitente, Mas poderíamos. Realmente corações duros acontecer ao longo do tempo quando escolhemos desobedecer a Deus nas pequenas coisas, uma e outra e outra vez. Uma rápida olhada aqui, uma pequena mentira lá, e ao longo do tempo nos tornamos insensíveis ao pecado e começa a justificá-la. E antes que você perceba, nós estamos apenas fingindo, até chegarmos cansado de fingir e parar de seguir Jesus completamente. Essas pequenas batalhas são realmente enorme.

Então, se você está aqui hoje e permitindo que algum pecado permanecer em sua vida, arrepender-se! Agora! Confesse seu pecado a outros. Não comece este ciclo de endurecimento seu coração. Em vez de confiar em seus caminhos, conhecer a Sua. Siga seus caminhos. Confiar em Jesus e crer em Sua Palavra. Ele te ama e lhe deu comandos para o seu bem. Seguir o seu caminho.

Está bem, por isso a ira de Deus é provocada pelo pecado eo pecado é escolher um caminho alternativo. E daí? Qual é a consequência de escolher este caminho alternativo?

III. O pecado nos impede de descanso de Deus

Ouça ao verso 11.

Então eu declarou sob juramento na minha ira, "Eles nunca entrarão no meu repouso."

As consequências são que, a ira de Deus, Ele vai puni-los. Neste incidente em particular, Deus perdoa-los, Mas ele não lhes permitem entrar na Terra Prometida. Mas no momento em que o salmista escreve esta, O povo de Deus já entrou. Então, ele usa este texto para falar sobre o descanso eterno de Deus. E é assim que o escritor de Hebreus usa-lo também. Deus tem um descanso eterno que podemos entrar, mas nosso pecado pode nos impedir de la.

Vemos aqui que Deus não apenas ficar com raiva, mas Ele toma decisões na sua ira. Na realidade, nesta passagem Ele faz um juramento na sua ira. Ele faz exatamente o que uma das citações anteriores diz não fazer. Mas a sua ira não é volúvel como o nosso. Isso não quer dizer que toda a raiva humana é pecaminosa. Mas Sua nunca é. A raiva não intoxicar-lo e movê-lo a tomar decisões tolas. Ao invés, Sua raiva é dirigido ao nível, piedosos, e Ele ainda responde com bondade e justiça.

descanso eterno de Deus é a bela, pacífico, não-estressante, Deus glorificando lugar que todos os Seus verdadeiros pessoas vão acabar em. A ira de Deus é o Espírito, somente, horrível, aterrorizante destino para aqueles que têm o que merecem [dar nova redação a]. Não há descanso no inferno. Não há alívio no inferno, só o sofrimento e a ira. E não estamos falando sobre a ira de um exército ou um homem, mas a ira de Deus todo-poderoso em sua cabeça por uma eternidade. A ira de Deus não existe apenas no Antigo Testamento. Ele ainda odeia o pecado hoje. Devemos temer esse Deus incrível. O pecado deles os impediu de descanso de Deus, e nosso também pode.

Isto é para todos aqui esta noite. Depois de morrer, você quer entrar no descanso de Deus ou suportar a ira de Deus. Essas são as duas únicas opções. Todos nós merecemos a segunda opção. Porque todos nós somos como a geração pecaminosa ele fala sobre. Vamos nosso próprio caminho. Nós extraviar em nossos corações e nós não seguem seus caminhos. Nós fizemos a mesma coisa que irrita a Deus uma e outra e outra vez.

Então, há esperança para qualquer um de nós? Há sim.

Dentro 1 Tessalonicenses 1:10, Paul descreve um homem da Galiléia com estas palavras, "Seu Filho do céu, a quem ele ressuscitou dentre os mortos, Jesus, que nos livra da ira vindoura ".

E mais tarde em 5:9-10 ele diz aos crentes, "Porque Deus não nos destinou para a ira, mas para alcançarmos a salvação por nosso Senhor Jesus Cristo, que morreu por nós, para que se estamos acordados ou dormindo pudéssemos viver com ele. "

Nossa única esperança é Jesus. E Ele nos ama tanto.

"Nisto consiste o amor, não em que nós tenhamos amado a Deus, mas foi Ele que nos amou e enviou seu Filho para propiciação pelos nossos pecados. " 1 João 4:10

Houve um copo, cheio de ira furiosa e raiva que Deus estava preparado para derramar sobre nós. Mas para aqueles de nós em Cristo, não temos de suportar que a ira. Ao invés, Deus tomou esse copo de cima de nossas cabeças e ele é movido. Para aqueles de nós em Cristo, Ele levou a ira que armazenou, derramou tudo em um copo, colocá-lo sobre a cabeça de seu filho e ele derramou tudo sobre ele. O grande amor! Jesus suportou a ira aterrorizante de Deus para os pecadores na cruz. Ele morreu na cruz, mas Ele levantou-se da sepultura três dias mais tarde, como nosso Rei vitorioso. E Jesus disse, "Venha até mim, todos os que estais cansados ​​e pesado, e eu vos aliviarei. " (Matthew 11:28)

A boa notícia é que aqueles que depositam sua fé em Jesus- Deus não tem raiva deixada para nós. Em Cristo, Deus não é mais com raiva de nós. Ele está aflito com nós quando pecamos, mas não será punido por eles. Feliz é o homem cujos pecados não são contados contra ele.

E se continuarmos a confiar em Cristo, quando Ele voltar, podemos recebê-Lo com alegria, em vez de terror. E nós podemos cantar, "Mesmo assim está tudo bem com a minha alma."

AÇÕES

4 comentários

  1. EvanResposta

    Obrigado, Viagem. I wanted to get your take on something because you have been someone who has played a big role in my walk with Christ. This will be long, so if you don’t get around to it, I understand.

    When I became a Christian a few years back, things were simple- trust Jesus completely, God forives you for everything (past, present, future), just trust in him and he will take care of the rest. Not to make feelings the basis of faith, but back in those days there was a constant joy and obedience came naturally from thinking I was forgiven unconditionally. Just a kid who trusted in his dad and didn’t worry about needing to be perfect. The focus was all on thankfulness for Christ. I didn’t need to worry about sin because the way I viewed it- my job was to trust Jesus, the Holy Spirit took care of the rest.

    As I spent more and more time in the word, there were scriptures that would come up that shook that trust/grace foundation that I described earlier and took me back to my childhood. My father especially (who was young in the faith at the time, so I don’t hold it against him) was very quick to stress God’s justice without balancing it with teaching about his mercy. Por exemplo, he taught me at a very young age that I must repent of all my sins in order to be saved, that many Christians will be in for a rude awakening on Judgment Day because they think that Jesus will welcome them when they still break God’s law, etc. He was huge on speaking in tounges, many other things but didn’t hit much on the trusting God part.

    As more and more doubts crept in and I became deeply interested in theology, somewhere along the line I set a pattern of trying to take things into my own power and figure everything out intellectually instead of drawing close and waiting on God. I can’t tell you how many hours I’ve spent researching theological stuff, unanswered questions, looking up scriptures in Greek, etc. on the internet this last year. My thought process has beenWell if Jesus has all of these conditions, then I need to make sure that I meet the conditions.Thus, my walk became intellectual and perfectionistic. What was once so simple became utterly complicated, my trust was crippled, and thus I’m still in a pretty burdened time in my walk with Christ right now.

    I notice two opposing unbalanced camps within Christianity and I’m sure you may agree- 1) anobediencecamp and 2) Jesus pagou tudo” camp. The obedience camp is quick to stress our responsibility and usually references the synoptic Gospels, revelation, the OT, etc. The Jesus paid it all camp stresses trusting him alone and seems to rely very heavily on Paul. When I first started walking with Christ, I definitely had the mindset of Camp 2, but the more I studied the Scriptures and (Infelizmente, the opinions of men on the internet) I became very startled about doubting my understanding of the grace that changed my life. Camp 1 is great about stressing God’s righteousness and unchanging nature but seems to try to manufacture obedience from fleshly willpower. They will reference stuff like theLord, LordI never knew youscripture. Camp 2 is great about stressing God’s forgiveness and the sunshine and rainbows stuff, but portrays God as if he is two completely different people from the OT to NT. They’ll reference that nothing can separate us from God’s love and that type of stuff. God’s truth has to be somewhere in the balanced middle, certo? My goal is just to know God for who He says He is and have a biblical balanced understanding of all of his attributes. I’m having the hardest time getting back to just trusting him and being in relationship with him because I’m constantly worried aboutnot being able to figure everything out” (I’m relying on my own understanding terribly). The only thing that I take comfort in right now is this- Getting back to walking and talking with God and trusting that He will take this thing wherever he needs to take it if I would just trust him to do it. If he has all of these conditions, then my job is to trust that his grace will help me meet them.

    Much Love, Viagem.

    • LizResposta

      Hi Evan,
      I saw your angst, and you’re right. There are basically two camps when you look at the big picture. There is balance though, and I know you can receive it. I say receive rather than find because the Lord tells us, “knock and the door shall be opened”. Studying the Word is good, don’t stop. Mas, are you also in prayer? I’m not talking about praying with a feeling of obligation or a laundry list of requests. Mas, praying truly from your heart. It’s something to practice, I’ve been learning how to do it better myself lately. Primeiro, praise God for who He is. Then ask for forgiveness, specific forgiveness. After that approach the throne with your concerns, worries and burdens. Wrap it up with more praise. There are some great apps out there that can help with this (Examen and Examine). Both are prayer apps that a friend of mine highly suggests. I haven’t decided which one to do yet. I would also suggest reading the book, Fervent, by Priscilla Shirer. I am reading it right now. It’s about prayer and spiritual warfare and it’s been so great! Really eye opening. I am thinking more and more that in Western society we are spiritually asleep. We have a casual approach to prayer and spiritual warfare is a fairy talebut it is all very real. You will find peace in prayertalk with God about your questions. It’s okay to ask questions. I hope you’re able to see this and I hope it helps you Evan!
      Your Sister in Christ,
      Liz

  2. Keenan Allen JerseyResposta

    There are a lot variances from indoor volleyball together with outdoor beach ball. The hardest thing to receive useful to is actually you move foward the actual crushed lime stone. A backyard tactic is generally merely 3 step technique where you start straight up rather than go forward as you soar.